O que a Educação Financeira no Colégio pode fazer pelo seu filho?

Vamos começar pela resposta direta: tornará seu filho um adulto planejado e responsável financeiramente. Educação Financeira é um importante passo para o desenvolvimento intelectual dos alunos, com forte reflexo no comportamento social.

Para se ter ideia, o Brasil tem cerca de 40% da população com dívidas, ou seja, o potencial de influência da educação financeira das pessoas é gigantesco e deve mesmo entrar em pauta para ser parte do aprendizado de alunos e de adultos. O assunto voltado para as finanças pessoais se tornou mais evidente nos últimos anos no Brasil, prova disso é que o maior canal sobre finanças do mundo, no YouTube, é brasileiro, o Me Poupe, da jornalista Nathalia Arcuri.

Estudos mostram que crianças a partir dos 3 anos de idade já podem começar a aprender noções básicos de como lidar com o dinheiro. “Quanto mais cedo for apresentada para a criança a melhor maneira de lidar com o dinheiro, melhor será seu aprendizado de como poupar e gastar com sabedoria”, lembra Pedro Yamada, diretor pedagógico do Colégio Pedro e Rafael.

No CPR, por exemplo, existe o programa “Gênio das Finanças”, para alunos do pré aos anos finais, com o objetivo de prepará-los de forma prática, com escolhas mais inteligentes baseadas na psicologia e economia, como é a gestão financeira.

“Durante as atividades, as crianças vão adquirir conhecimentos de como resolver problemas e tomar decisões autônomas baseadas na mudança de atitude; consumir e poupar de modo ético, consciente e responsável; planejar em curto, médio e longo prazo; ter uma postura criativa e empreendedora e a desenvolver a cultura da prevenção”, completa Pedro.

Veja alguns benefícios que elencamos sobre o programa “Gênio das Finanças”:
• Ensino que rompe as fronteiras do Colégio, já que influencia o comportamento dos pais e familiares;
• Prepara alunos para se tornarem adultos com conhecimento sobre gestão financeira e planejamento;
• Atrela consumo à prática de poupar, de maneira consciente;
• Ter pensamento crítico.

Compartilhe essa História

Facebook
WhatsApp
Twitter
Telegram
LinkedIn

Confira outros conteúdos...

Dia das mães

Dia das Mães, e agora?

Qual presente comprar? Onde encontrar opções e melhores preços? Qual é mesmo perfume que ela gosta? “Xiii” (sic) que mesmice, hein?! Sim, é isso que

Contine Lendo »