O que levar em conta para escolher o Colégio do seu filho?

Uma das preocupações que os pais enfrentam é conseguir oferecer uma educação sólida para seus filhos, algo que vai além de cumprir a carga horária e as disciplinas exigidas pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC), mas que também os preparem para vencer aos desafios da vida.

Diante deste contexto, escolher o Colégio que seu filho vai estudar ou continuará matriculado pode ser uma tarefa complexa, afinal, são tantas opções e fatores envolvidos que dificultam o processo de decisão, ainda mais depois da pandemia.

Uma pesquisa realizada pela revista Crescer envolvendo 400 pais e divulgada em janeiro deste ano, apontou os requisitos levados em consideração por eles ao escolherem uma escola. Entre os fatores citados constam a infraestrutura (90%), linha pedagógica (88%), localização (80%), currículo do corpo docente (59%) e acesso à tecnologia (55%).

De acordo com o diretor pedagógico do Colégio Pedro e Rafael, Pedro Yamada, os motivos mais citados pelos pais ao matricularem seus filhos no CPR vão ao encontro dos comentados pela pesquisa. A partir de sua experiência no ramo da educação e à frente desta instituição de ensino há 20 anos, ele comentou sobre os tópicos mencionados no levantamento.

Infraestrutura
Os alunos passam boa parte do dia na escola, portanto, ter uma infraestrutura que ofereça conforto e ergonomia para estudarem durante horas é fundamental. Salas arejadas, bem iluminadas, cadeiras e mesas com altura e posições corretas, quadras poliesportivas seguras, espaços para atividades extraclasse, recursos tecnológicos, são exemplos de itens que os pais observam ao escolherem a instituição.

Linha pedagógica e currículo do corpo docente
Potencializar o ensino com o apoio de outros recursos pedagógicos e da tecnologia, junto a um plano político pedagógico que desenvolva e reforce as competências e habilidades necessárias para os estudantes encararem aos desafios da vida pessoal e profissional, é fundamental para o futuro deles. Ter parceiros educacionais fortes que somem à sua formação também faz muita diferença. No CPR, por exemplo, a parceria com a Escola da Inteligência capacita os alunos a se desenvolverem nos aspectos socioemocionais, considerado um diferencial na cidade. O sistema Anglo de ensino, a Robótica ViaMaker, Gênio das Finanças, Google e Escola da Inteligência também fazem parte do rol de parceiros que intensifica.

Entretanto, o projeto pedagógico ganha mais força e obtém melhores resultados se houver a participação de um corpo docente com formação sólida, experiente e que busque atualização constante.

Localização
A localização da escola é muito importante para viabilizar o acesso dos alunos, o que facilita a rotina de pais e motoristas de transporte particular.

Acesso à tecnologia
Investimentos tecnológicos trazem agilidade e qualidade às funções exercidas pelos colaboradores e na prestação de seus serviços. O ClassApp é um exemplo de tecnologia usada no CPR e que aproxima a escola dos pais. Se antes o os recursos tecnológicos já eram presentes na educação, após a pandemia sua importância foi ressaltada. “Quando os pais realizam a rematrícula de seus filhos, reforçam esses pontos como motivos que os fizeram permanecer na escola e, também, porque percebem que educamos com amor para formar cidadãos completos para a vida”.

Compartilhe essa História

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Confira outros conteúdos...