A importância de fortalecer a saúde emocional dos alunos

Não é novidade que estamos passando por um período atípico e com a chegada do novo ano veio também a expectativa de que tudo volte a sua condição “normal”. Mas enquanto não podemos viver essa realidade, devemos ficar atentos a saúde emocional de todos, principalmente a das crianças que vão ingressar na jornada de um novo ano letivo.

Vários estudos apontam que é preciso desenvolver, desde os primeiros anos de vida, condições psicológicas para melhor lidar com as dificuldades e frustrações. Essas crianças e adolescentes precisam saber gerenciar suas próprias emoções, superar acontecimentos ruins e não deixar que eles afetem o seu desenvolvimento emocional e social.

A cada dia é mais comum encontrarmos alunos que sofrem com depressão, ansiedade e estresse, problemas que podem ser desencadeados por uma infinidade de fatores. A boa notícia é que com um olhar atento no ambiente escolar e familiar é possível identificar esses problemas ainda na fase inicial e trabalhar para que a criança ou adolescente volte a ter uma boa qualidade de vida e uma melhor saúde emocional.

O ambiente escolar é onde os alunos passam boa parte do dia e vivenciam muitas interações sociais que contribuem para o desenvolvimento físico, cognitivo e emocional. Por isso, é importante que todos estejam engajados em proporcionar um local acolhedor. As famílias e os professores precisam ter em mente que suas ações refletem diretamente no comportamento dos pequenos.

Aqui no CPR, a educação emocional faz parte da nossa rotina desde a Educação Infantil aos Anos finais através do programa Escola da Inteligência, idealizado pelo escritor, psiquiatra e pesquisador Augusto Cury. Considerada mundialmente como uma das mais completas para o desenvolvimento das habilidades socioemocionais, a filosofia tem como principal objetivo atender as necessidades de alunos, professores e famílias, promovendo qualidade de vida e saúde emocional.

Confira algumas dicas para trabalhar essa questão:
• Considere falar sobre o assunto desde a Educação Infantil;
• Crie um clima favorável, respeitando todas as diferenças;
• Dê voz aos alunos.

Educar com amor é garantir que possamos passar por qualquer dificuldade juntos.

Compartilhe essa História

Facebook
WhatsApp
Twitter
Telegram
LinkedIn

Confira outros conteúdos...